quinta-feira, 10 de abril de 2008

Como (não) travar sua bicicleta.

Aqui seguem algumas fotos tiradas em Shoreditch (uma espécie de Vicente Machado vitaminada de Londres). Esta é a área dos bares e onde as modas são lançadas. Como as fixas cada vez mais ganham o status de acessório de moda, é impossível caminhar pelas calçadas sem literalmente tropeçar em dezenas de fixas. Como era de se esperar, muitos destes fashionistas começaram a pedalar recentemente e não sabem muito bem como prender suas bicicletas.
Nesta postagem, além de mostrar mais algumas belas fixas, comentarei sobre a maneira como as mesmas estão presas e quão eficiente é o método...

Duas fixas acasalando. Note que a vermelha tem uma grossa corrente prendendo quadro, roda traseira e o selim Brooks. Infelizmente (ou felizmente para os senhores da "mão-leve"), a roda dianteira esta solta. O ideal neste caso (quando a corrente não é longa o suficiente) é remover a roda dianteira e prender junto da roda traseira pelo aro (e não pelos raios como veremos abaixo). A Bianchi Pista logo atrás esta sem a roda dianteira (que se não foi tirada por um dono prevenido, já foi levada pelo amigo do alheio).

Uma relativamente bem presa Viking. Note que a roda dianteira foi removida para ser presa junto com o conjunto roda traseira/quadro. Isso é uma ótima opção para travas curtas como esta. O problema aqui é que a trava não é das melhores.

Este "objeto de arte sobre rodas" (fico imaginando o dia em que as pessoas começarem a combinar sua roupa íntima com a cor de suas fixas aqui na Inglaterra!) esta de certa forma bem presa. Fato é, que apesar de usando uma trava barata (como a fixa a cima) e prendendo apenas a roda dianteira (lembre-se que "se tiver que escolher entre travar roda dianteira e traseira, sempre opte por travar as duas"), ela está ao lado da porta de um dos bares mais movimentados da área (o "Jaguar Shoes") e presa em uma posição fora do comum e chamativa.
Posições chamativas são uma ótima idéia na hora de prender sua bicicleta! Infelizmente a "sabedoria popular" faz com que as pessoas tendam a deixar suas bicicletas em lugares "escondidos", o que acaba por facilitar a vida do larápio na hora de usar seu jogo de ferramentas de arrebentar travas e correntes...

Esta Pennine esta demais! Esse é o exemplo clássico da máxima "de boas intenções, os ladrões fazem a festa!", ou coisa que o valha. Note que a corrente dá até graça de tão pequena e a roda dianteira (apesar de removida, para ser travada junto do conjunto roda traseira/quadro) foi presa pelos raios! Cortar 4 raios com um alicate de corte é uma tarefa que leva cerca de 4 segundos e lá se foi uma roda dianteira...

Essa é hors-concours! Note que a pisteira Genesis esta muito bem equipada com várias peças caras e presa da pior maneira possível. Um ladrão "legal" roubaria, em primeiro lugar, ambas rodas (30 segundos). O dono ficaria um tanto quanto aborrecido e deixaria o que sobrou ali mesmo. Durante a noite a "depenação" prosseguiria, começando pelo selim e canote (10 segundos), passando pelo guidão (20 segundos) e se ainda sobrasse um tempinho, pedivela e pedais, transformando essa bici em mais um dos tantos "quadro depenado preso num poste de Londres".

12 comentários:

Stefan Zander disse...

Olá Gabriel tudo bem? Cheguei em londres a alguns dias com a minha bicicleta na bagagem! Você está por aqui? Quem sabe poderiamos marcar um dia para dar uma pedalada por ai. Abraço, Stefan ste@stefanzander.com

Gabriel Nogueira disse...

Olá Stefan.

Infelizmente não estou em Londres. Estou perto de Lisboa visitando a família e na próxima semana irei para Berlin. Ainda não sei quando vou a Londres...

Se quiser umas dicas, é só perguntar.

Abraço e boas pedaladas,
Gabriel

Tárique disse...

Gabriel, está em Portugal? Bem-vindo ao inferno automóvel :)

Gabriel Nogueira disse...

Em Portugal se entende muito melhor porque o Brasil é Brasil.
Portugal é um caso à parte em relação à uma política pró-mobilidade limpa dentro da Europa. Até Londres já entrou pesado na onda e Portugal...Bem aqui em Portugal se você é ciclista ou pedestre é bom ter um bom seguro de vida e o "corpo fechado".
Aqui só de fixa, rápido e com uma armadura medieval.

Gunnar disse...

Peguei minha fixa com rodas novinhas hoje. Agora mais do que nunca terei que usar a tática de soltar a roda da frente quando prendê-la na rua. Viva a blocagem!

Jorge Tenfen disse...

Eu peguei minha roda hoje, daqui alguns dias estarei andando pela ruas de Florianópolis com minha Fixa também...

Jorge Tenfen disse...

...no meu blog está disponível a foto da roda...

http://jorgetenfen.blogspot.com

Atenciosamente

Jorge Tenfen

Jorge Tenfen disse...

Gabriel da um olhada no meu blog pra ver se falei alguma besteira aquele abraço

http://jorgetenfen.blogspot.com

Atenciosamente

Jorge Tenfen

carmen disse...

vendi minha roda fixa.
agora quero outra caloi 10;
vai ser ainda mais bonita que a "Blau" do Goura.
he he.

Adriana disse...

Olá Gabriel! Moro no Rio e estou querendo facilitar minha locomoção pela cidadde... Sou totalmente leiga no quesito bicicletas, por isso estou precisando de umas dicas de qual trava escolher, ou seja a mais "segura" se posso dizer assim e como devo fazer pra prender minha bike? Abraço, Adriana

Gabriel Nogueira disse...

Olá Adriana.
Na maioria das grandes cidades, a trava serve apenas para retardar a ação do ladrão.
Em cidades como NYC, Londres e (agora) aqui em Berlim, os ladrões de bicicletas são cada vez mais especializados e desenvolvem várias técnicas para quebrar mesmo as melhores travas.
Imagino que no Rio não seja diferente!
Por isso, eu ainda acho que o melhor dispositivo é ter uma bicicleta que não chame a atenção. Com algumas adaptações, não existe bicicleta melhor para o ciclismo urbano que uma Caloi 10. O quadro não é de alumínio e nem de carbono e ela não tem freio a disco e nem suspensão(os ladrões adoram as novas tecnologias) e se o quadro estiver sem adesivos e meio judiado, melhor ainda!
Tendo uma bici dessas e uma trava das que usam os motoboys (aquelas que eles carregam atravessadas no dorso), as chances de sua bici ser roubada é bem remota...Hum, e lembre-se de prender todas as partes (quadro e rodas) de sua bici e deixar-la em lugares bem movimentados e não em becos escuros (que dão a tranqüilidade perfeita para a ação dos bandidos).

manouchk disse...

Traduzi um vídeo da polícia de Londres que faz algumas recomendações na hora de prendeer a bike.
http://vitoria-sustentavel.blogspot.com/2011/11/tecnica-para-prender-sua-bike-com.html