quinta-feira, 9 de setembro de 2010

E as "fixas" chegam a grande mídia catalã (um pouco tarde, mas chegaram)


Muito bem, como se já não fosse difícil o suficiente pedalar por Barcelona pela falta de infra-estrutura ciclável, pela quantidade de carros e motos (e falta de educação dos condutores que não "aprenderam" como se comportar ao dividir a via com bicicletas), pela polícia multando os ciclistas por passar em sinais vermelhos, pelos roubos, etc...agora os "in" fizeram o favor de apresentar essa "sensacional novidade" ao principal jornal da Catalunha.

Saquem os comentários, e imaginem que daqui até a polícia ficar impressionada com a história é só uma questão de semanas e logo teremos "Berlim II - A Missão".

Na Alemanha até faz um pouquinho de sentido que a "máquina" exija algo dos ciclistas (já que eles também possuem uma das melhores infra-estruturas cicláveis do mundo), mas aqui em Barcelona (onde os ciclistas não recebem quase nada) é absurdo que exista tanto controle...No Brasil os ciclistas reclamam de barriga cheia...Nada melhor do que ser "invisível" e poder pedalar livremente pelas ruas.

Aqui, com os altos níveis de sensacionalismo, nada pior do que espalhar a "moda" das fixas na grande mídia...Reparem nos comentários dos "chatos de plantão" presentes na reportagem da Vanguardia...

Foi bom enquanto durou...(desde que vim morar aqui em Barcelona, sempre que me perguntavam como eu fazia pra frear, eu sempre dizia que a pisteira não era "fixa", mas com "freio contra-pedal")...agora, graças ao "hype", as "fixas" são apenas mais uma merda enlatada que a sociedade de consumo nos enfia goela abaixo.

Sinceramente, não vejo diferença na mentalidade de quem coordena a combinação de cores de uma porra de bicicleta com a mentalidade de alguém que "tuna" uma Honda Biz ou um Chevette.

- Pense positivo, Garoto Enxaqueca! Quanto mais gente pedalando melhor, não é?
- AAAAHHHH. Tenho minhas dúvidas...

* Imagem tirada daqui.

2 comentários:

Marcelo W. Pimentel disse...

Eaeee, Gabi!!! Fiquei chocado, meu ... A Ana e eu estivemos neste feriado (aqui para nós, né?) de 7 de setembro em Buenos Aires, e para nossa surpresa, apesar do trânsito caótico, conseguimos trafegar muito bem por quase toda a cidade, em muitas ciclovias (mais que aqui em terras brasileiras), e os motoristas param os carros para as bicicletas ... impressionante!!! Vai ver fazem isto para não pegarmos tétano no caso de alguma batida!!! Não sei se é do teu tempo, mas em Buenos Fiat 147 é tendência ... rsrsrs!!! Abraços, teu primo, Marcelo.

Gunnar disse...

Hehehe; e quem é que está reclamando? Definitivamente não eu!

É aquela história: no começo da vida de ciclista urbano, a invisibilidade
da bicicleta assusta; depois nos acostumamos a ela; até que por fim
aprendemos a usa-la a nosso favor.

(adivinha quem parou de ir à bicicletada...)